terça-feira, 9 de julho de 2013

Manifestação contra a situação das Rodovias RS 715 e RS 717


Manifestantes das cidades de Tapes e Sentinela do Sul, indignados com a situação catastrófica das Rodovias RS 715 e RS 717, tomadas por buracos desde uma obra mal feita pelo Governo do Estado, irão protestar dia 16 de julho em Porto Alegre. Após manifestações anteriores nas próprias cidades e no trevo com a BR 116, os organizadores planejam levar cerca de cinco ônibus fretados até Porto Alegre e protestar junto à sede do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER), órgão responsável pela manutenção das rodovias. Para tanto, os manifestantes aproveitam-se do fato de que dia 16 de julho, uma terça-feira, será feriado na cidade de Tapes para mobilizar a comunidade e pressionar o DAER para que aponte uma solução para o problema. No mesmo dia, estão sendo mobilizados também cerca de três ônibus de Cerro Grande do Sul, que irão defender o asfaltamento do acesso ao Município, e representantes de Arambaré que irão pedir ao DAER a redução da tarifa nas linhas intermunicipais entre Arambaré e Camaquã.

As entidades que organizam o protesto são o Sindicato dos Municipários de Tapes (SIMTAPES), o Movimento Ambientalista Os Verdes, a Juventude Socialista (JSB) e o Movimento Popular Socialista (MPS), sendo que no dia 11 de julho, às 18:30hs, na sede do SIMTAPES, haverá uma reunião preparatória da atividade, aberta a todos os interessados, onde serão discutidos os detalhes do protesto do dia 16 de julho.

Segundo Bruna Maia, coordenadora da Juventude Socialista, "em janeiro os manifestantes pintaram cerca de 430 buracos com tinta branca, somente nos 14 quilômetros da Rodovia RS 717, que liga Tapes à BR 116, numa manifestação que incluiu populares e empresários, indignados com a perigosa situação com que se encontra a rodovia estadual. Desde então, diversos representantes do Governo do Estado tem reiterado que o motivo que impede a reconstrução da Rodovia é uma contestação judicial sobre a obra anterior que foi mal feita".

Recentemente, no dia 1º de julho ocorreu mais um acidente fatal, quando um motociclista chocou-se justamente com um caminhão do DAER que estava estacionado na contramão da Rodovia RS 717.